Artista cria "superesportivo" movido a pedais que é baseado em Ferrari
Sem motor, veículo tem portas que "batem asas" como borboleta.
Texto: Auto Esporte Tamanho da Letra
Fotos: Divulgação  
Atualizado em 5/11/2012
O artista austríaco Johannes Langeder acaba de mostrar sua mais nova invenção movida a pedais. Apesar de possuir inspiração Ferrari FFX, que tem motor de mais de 700 cavalos de potência, a Fahrradi Farfalla FFX não possui propulsor à combustão para efetuar seu movimento e sim a força humana é responsável por girar as rodas. Entre as referências do criador, aparecem ideias de Karl Marx. O objetivo é abrir discussão sobre emissões de dióxido de carbono e o consumismo.


Duas pessoas podem utilizar pedais para mover a Fahrraddi FFX com sistema similar ao de uma bicicleta. Seu nome é uma combinação da palavra alemã "Fahrrad", que significa bicicleta, associado ao "i", que segundo o criador, foi emprestado da Apple. Desse modo, a palavra formada torna-se similar a Ferrari. Já o complemento, "Farfalla", é borboleta, em italiano, se referindo ao movimento feito pelas portas.





Ligadas aos pedais por engrenagens, ao se locomover, o carro faz movimento das portas que lembram o bater de asas de borboleta. Segundo o criador, a Fahrradi pode rodar nas ruas das Áustria, já que o carro tem sistema de iluminação com 200 LEDs. A velocidade máxima não é divulgada, mas Langeder anuncia que o carro se move com lentidão e a velocidade é similar a de pedestre. O inventor já fez projetos parecidos, como o Ferdinand GT3 RS, modelo baseado no Porsche.

  imprimir   Envie para um amigo  
  imprimir   envie para um amigo